APRESENTANDO 'KAIA & VALENTINA'

novembro 29, 2015

Novembro está chegando ao fim e, com ele, o NaNoWriMo. Eu ia fazer um post falando sobre como foi a minha última semana do projeto, porém eu não tenho muita coisa o que falar a não ser que eu passei a semana toda atrás da meta e só fui alcançar na sexta-feira e cheguei nos 50k na madrugada sexta para sábado. Para o último post do NaNoWriMo, eu pensei em apresentar o projeto, personagens e outras coisas relacionadas ao livro que eu desenvolvi ao longo do mês.

"Duas pessoas que tinham tudo para não se darem bem, mas se deram. Valentina sempre solitária e Kaia sempre rodeada de pessoas. Kaia era otimista sobre tudo e Valentina sempre pensava no pior. Kaia acreditava no amor e Valentina sabia que tudo tinha prazo de validade, até o amor. Kaia e Valentina se conheceram no outono, se descobriram no inverno, se afirmaram na primavera e se encontraram no verão."
No primeiro post que eu fiz antes mesmo do mês começar, eu apresentei um pouco sobre o projeto. Então, Kaia & Valentina vai se passar pelo POV da Valentina - sim, eu sei que o nome da Kaia vem primeiro, mas é porque soou melhor do que Valentina & Kaia - e eu passei o mês todo procurando outro nome para a história, já que esse era o título provisório, porém eu acabei deixando esse nome porque tem relação com a história mais do que simplesmente ser o nome das personagens. Durante a história, nós vamos conhecer a amizade entre Kaia e a Valentina e as consequências disso; vamos conhecer a relação das personagens com as suas próprias família e a família uma das outras, a relação que elas tem entre elas e com elas próprias. Talvez seja por isso que eu gosto de escrever jovem adulto, eles retratam descobertas, afirmações e o modo como os jovens enxergam o mundo.
Eu decidi mexer com a questão das gerações, então nós vamos ter a geração dos pais - a família da Valentina, que podemos dizer que são tradicionais, e a família da Kaia, que são mais liberais -, a geração dos filhos, que temos três idades diferentes - 19, 17 e 13 anos. Acho que é uma visão que eu comecei a ter faz pouco tempo, a forma como lidamos com as coisas tem muita relação com a forma que fomos criados ou como não fomos.

Na ordem: Valentina, Kaia, Olga e Miguel (créditos: Miranda Yeo)
A primeira personagem que temos é a Valentina. Ela tem 17 anos (16/06) no começo da história e ela é personagem que simboliza a mudança, por isso que resolvi deixar ela como POV, para que o leitor possa entender e se identificar com as mudanças que acontecem na vida dela. Valentina era uma pessoa bem solitária antes e ela gostava disso, até ela conhecer Kaia e elas ficarem muito próximas; Valentina tinha como foco terminar o ensino médio e se sentir livre para perseguir aquilo que ela queria - não que ela soubesse exatamente o que ela quer.
Depois temos a Kaia. A Kaia tem 19 anos (01/11) e também está tentando descobrir o que ela quer fazer da vida dela; ela acabou o ensino médio e trabalha na livraria da cidade. Kaia foi criada apenas pela mãe hippie solteira, ela nunca teve curiosidade de saber quem era o seu pai verdadeiro. Kaia é lésbica e a primeira pessoa que ela contou foi para a sua mãe, quando ela tinha doze anos. Eu particularmente amo a Kaia, talvez ela seja a minha personagem favorita; ela está sempre alegre em qualquer situação e sempre tenta ver o lado bom das coisas, Kaia tem uma essência totalmente diferente das outras pessoas e isso torna um pouco difícil de odiar ela.
Olga é irmã de Valentina e tem 13 anos. O sonho de Olga é ser modelo mesmo sua mãe ter explicitamente ameaçado deserdá-la se ela se tornasse uma. Olga é a rebelde da família e da história; ela é uma mistura de inocência e maturidade. Seus pais se divorciaram quando ela era bem nova e a sua reação não foi a melhor, o que cria um clima de tensão entre ela e sua mãe na casa - o qual Valentina tenta evitar se envolver.
O último personagem é o Miguel, que apareceu para a minha alegria apenas em novembro e por isso eu ainda estou desenvolvendo suas características. O que sabemos até agora sobre Miguel é que ele tem 18 anos, estuda no colégio de Valentina e se torna o seu amigo durante a história. Miguel é um personagem muito carismático, tímido no começo, mas sempre está lá quando Valentina precisa.

A história tem a duração de um ano mais ou menos, por esse motivo que a idade das personagens muda ao longo da história - foi um modo diferente que eu achei de contar a trama toda. A família da Valentina e da Olga tem uma grande influência russa, uma vez que a avó materna dela nasceu lá, então eu quero pesquisar mais sobre essa cultura e trazer um pouco para o livro - depois que eu descobri a origem do meu nome, eu me tornei um pouco viciada na cultura russa e sua história.
Tudo ainda está muito cru na história, eu tenho uma lista do que eu quero pesquisar e trazer de novo para o livro, que eu acho que será o diferencial dele e isso eu não poderia fazer durante novembro pro causa da questão do tempo, mas agora que acabou vou me dedicar ao livro nas minhas férias de fevereiro e aperfeiçoar mais a trama.
Durante o mês, eu também selecionei a playlist do livro e a playlist das duas personagens principais (Kaia e Valentina). A primeira playlist, que eu chamo de playlist oficial, é sincronizada com a história e por isso eu gosto de escutá-la na ordem correta. Nessa playlist, eu separei três músicas especiais que possuem um significado a mais para todo esse universo: a música The Fall, do Imagine Dragons, que é a música da Valentina; a Dear One, da Mary Lambert, que eu chamei de monólogo da Kaia; e a música I of the Storm, do Of Monsters and Men, que é a música da Kaia e da Valentina.


As próximas playlists serão, respectivamente, da Kaia e da Valentina. Pelas playlist dá para entender um pouco da personalidade delas e o gosto delas. Elas podem ser escutadas em qualquer ordem.



Eu estou super empolgada em começar a mexer com a história de forma mais calma e ver os frutos que o NaNoWriMo rendeu, pois eu não li nada do que eu escrevi - porque corria o risco de tudo ser apagado no meio de alguma crise. No mês de dezembro, eu só quero descansar e recuperar o sono que eu não tive em novembro. Sim, o NaNoWriMo pode ser cansativo sendo ou não final de semestre (no meu caso, não é final de semestre ainda), mas a proposta deles é tão incrível, que eu fico com peso na consciência de pensar que talvez não vou conseguir participar algum ano.
Para terminar novembro e o NaNoWriMo, eu queria deixar aqui o meu infinito amor e agradecimento para as pessoas que me apoiaram. A melhor parte do projeto é quando temos a chance de conhecer os outros participantes, porque, em 2013, eu não achava que tinha muitos brasileiros participando do projeto, mas esse ano eu vi que existe uma quantidade absurda de gente (a prova disso é que agora temos write-in em São Paulo). Eu conheci pessoas incríveis durante o mês e elas me motivaram direta ou indiretamente, com suas metas e seus tweets desesperadores e motivacionais, postando trechos das histórias ou os posts sobre a semana - tudo isso mostra que nós não estamos sozinhos (e também que você não é a única louca fazendo isso). Esse ano, eu tive a oportunidade de conhecer a Gih, a Laís e a Isadora, que são as meninas mais maravilhosas e encheram a minha timeline de animação esse mês e eu espero que continuem assim por muitos NaNoWriMos. E também para a Giulia, que eu conheço desde o meu primeiro NaNo lá em 2013 e tem me ajudado em tudo relacionado a escrita e mais; são amizades assim que eu acho que duram para a vida toda e eu agradeço o NaNoWriMo por permitir que esses laços sejam feitos.
E sim, ano que vem, eu estarei de volta!

2 comentários

  1. AI MEU DEUS TATII QUE FOFA VOCÊ <3
    Parabéns pelos 50k!!!!
    Descanse muito agora em dezembro e aproveite depois para editar e revisar <3
    Adorei conhecer seus personagens! Olga já é meu amorzinho kk Amei as playlists também *-*
    Mesmo eu tenho falhado miseravelmente no NaNo, a experiência valeu só por eu ter conhecido você, a Gih a Giulia e a Laís <3
    Parabéns mais uma vez!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. tatii!!!!!! Você conseguiu!! Eu sabia!!
    O NaNoWriMo desse ano foi mais louco porque teoricamente começou meses atrás, com a gente já sofrendo pelas histórias e tentando se preparar para tudo que viria. E acabou dando tão certo! Eu estou muito orgulhosa de você, sério. Eu quero tanto ler essa história logo!! Não conta pra ninguém, mas de todas as histórias que eu li e fiquei sabendo sobre nesse NaNoWriMo, Kaia e Valentina é a que mais me deixou animada, porque parece ser o tipo que eu vou ler de uma vez só, completamente encantada do início ao fim. Eu sou tão louca pra ler tudo que você escreve, menina, você não tem ideia.
    Aaah, obrigada por ter sido uma parte tão importante da minha vida nesses dois anos e por ter me apoiado tanto em muita coisa, mas principalmente na minha escrita. Você é incrível, sério!
    Bons meses de revisão,
    Beijo

    ResponderExcluir

POSTAGENS POPULARES

SIGA NO TWITTER