Kit de Sobrevivência: Bienal do Livro

agosto 22, 2014

Pessoas normais, em uma sexta à noite, estariam se arrumando para ir na balada, no barzinho ou até mesmo no shopping. Bookaholics estão, nessa sexta mais especificamente, arrumando as malas, bolsas e indo dormir cedo, porque... AMANHÃ TEM BIENAL, BITCHES!
Eu sinceramente devia estar lendo para ver se caio no sono antes do usual, porque vou ter que acordar muito cedo, porém eu sou uma pessoa muito legal e estou fazendo esse post. Estava arrumando as minhas coisas para levar amanhã e vi que minha bolsa está um peso que só e que, no final do evento, vou estar levando para casa o dobro do meu peso talvez. Tudo o que estou levando, porém, é necessário, principalmente para o clima louco de São Paulo.
Montei, então, um Kit de Sobrevivência versão Bienal do Livro. O que levar? Por que levar?

Água e Comida
Um dos pontos baixos para a Bienal, para mim, é a comida. Alguns são caros, alguns nem tão gostosos assim e tem a fila enorme; quando você poderia estar andando na feira e comprando livros, você está na fila esperando um simples refrigerante.
Meu conselho é levar alguma coisa para beliscar (marmita não, gente, algo simples): salgadinhos ou pacote de bolacha. Água também é essencial para hidratar e porque quando fica muito cheio de pessoas, o calor é um pouco demais (e você não quer desmaiar na hora da sessão de autógrafo por desidratação).

Guarda-Chuva, Blusa de Frio, Óculos de Sol... Oi?
Isso mesmo que você leu. São Paulo tem o clima mais bipolar (ou multipolar) que eu já vi! Em um simples dia, pode ocorrer as quatro estações junto e misturado, então a dica é: leve de tudo um pouco. Você não vai precisar deles durante o evento, mas para chegar e sair do evento pode ser muito útil.

Câmera
Algumas sessões de autógrafos estão impedindo que você tire fotos próprias, mas a Bienal é tão linda na decoração que vale a pena tirar algumas fotos. Eu amei todas as decorações das Bienais que fui e eles se superam a cada ano.

Ingressos e Dinheiro
Esses são itens essenciais! Sem um, você não entra no evento e, sem o outro, você não aproveita direito o evento. O pesadelo de qualquer bookaholic é ir em um Bienal sem dinheiro, eu juro: não tem coisa pior.

Remédios
Eu sou uma pessoa muito prevenida, então em qualquer lugar que eu vou, eu levo remédios. Os essenciais como, por exemplo, para dor de cabeça ou para enjoo (porque eu fico muito ansiosa).

Livros!
No caso especial de amanhã, estou levando o livro da Kiera Cass para ela autografar. Então, não esqueça um livro que você já tem para seu autor autografar. Você não quer esquecê-lo e ter que abrir a mão daquele livro que você quer tanto comprar, só para comprar um que você já tem.

Mochila confortável
Essa última dica é importante para você que planeja voltar com muitos livros. Não recomendo, se for levar muita coisa, bolsas transversais, porque você vai se cansar e ficar toda dolorida. Vá com mochila confortável para aguentar esse kit de sobrevivência e aguentar as sacolas e sacolas cheias de livros.

Esse é o meu Kit de Sobrevivência para a Bienal. Sim, parece que eu vou para a guerra. Sim, parece que eu vou acampar lá. Não, eu não vou acampar lá (bem que eu queria!).
Não acredito que chegou tão rápido esse dia e espero encontrar todo mundo que planejo. Acabar logo com a minha rehab literária de oito meses (post depois, prometo). Agora preciso dormir, porque não quero estar em modo zumbi para o primeiro dia da Bienal do Livro!

0 comentários

POSTAGENS POPULARES

SIGA NO TWITTER