A Culpa é das Estrelas... ou do John Green

junho 08, 2014

Todo mundo sabe que dia 05 de junho foi o dia histórico para a nerdfighteria e simpatizantes. O lançamento do filme já é o maior sucesso no mundo todo e todo mundo está saindo das sessões com o rosto inchado (se você não chorou, só tem uma explicação: você é um robô). Comigo não foi muito diferente e dia cinco foi o melhor dia desse ano até hoje!
Não sei como descrever meus sentimentos nesse dia, então separei algumas imagens porque uma imagem vale por mil palavras, certo?

Depois de surtar por quase não conseguir assistir na estreia, convenci meus amigos a irem assistir comigo em plena quinta-feira véspera de prova. Achei que a sala não ia lotar porque 1) apesar de TFiOS ser meio modinha, não sabia que tinha fãs/posers/curiosos tanto assim para sair de casa numa quinta-feira para assistir o filme e 2) porque era uma quinta-feira! Então eu estava assim:

esse de costas seria as pessoas estranhas no shopping me chamando de maluca

A sala estava quase lotando (tirando uma cadeira ou outra). Nesse momento minhas emoções estavam oscilando e eu queria ver e gritar e chorar e meus deus será que está tudo como no livro?! O filme começa e logo que o Ansel e Nat/Gus e Isaac aparece eu estava assim:

porque eu amo eles e eles são lindos, admita
O John Green disse que amou o filme e o resultado, mas a gente nunca pode acreditar muito no autor do livro sobre a adaptação, né? O mesmo quando sua mãe fala que você é lindo (lógico que eu sou, mãe!). Porém quando o filme começou parecia que eu estava lendo o livro e só quem leu vai saber como é essa sensação.
E eu acabei percebendo que aquilo estava mesmo acontecendo. Depois de dois anos, eu estava mesmo no cinema assistindo o filme do livro que fez eu amar John Green, que fez eu saber de todo universo e me tornar nerdfighter. Aí eu fiquei assim:

"não acredito, não acredito"
Não quero colocar spoilers nesse post, porque sei que tem gente que não assistiu ainda por vários motivos. MAS MEU DEUS QUE FILME FOI ESSE! Quando chegou no clímax o cinema estava todo compartilhando lencinhos e ombros e abraços. É incrível a atuação do Ansel e a da Shailene, eles tem uma química imensa que vem desde Divergente (outro filme lindo para quem não viu ver).
Você fica mais sensível com certeza do meio para o fim. Se você não tem um namorado, a sua reação vai ser um pouco pior do que os casais da sala e pode ficar um pouco assim...

ok, vou parar com os gifs
No final do filme, todo mundo sai da sala com o rosto inchado, chorando, se arrastando porque, afinal, o emocional está tão abalado que como vou conseguir seguir com a vida?! Aí você pode ser dois tipos de pessoa 1) o que saí correndo para o banheiro porque não quer que metade do shopping veja você chorando ou 2) o que não consegue levantar e aí fica escutando a música do Ed Sheeran nos créditos e só sai quando as luzes ligam e o lanterninha te expulsa.

essa é a minha reação no meio do shopping
Quando eu cheguei em casa, depois de todo mundo rir da minha cara porque estava chorando por causa de filme. A minha única reação era ir para o meu quarto e...


Com um pouco de...


Não sei se o post ficou bom ou se vocês entenderam os meus feelings. Mas foi mais ou menos assim...
Se você ainda não viu: VEJA! Mas esteja com seu emocional pronto e... mentira, não existe emocional no mundo que esteja preparado para esse filme.

0 comentários

POSTAGENS POPULARES

SIGA NO TWITTER