Querida Kat

dezembro 06, 2013

Já falei aqui sobre o NaNoWriMo e minha experiência foi muito boa, comecei uma história incrível. Eu já estava trabalhando nela desde agosto (mais ou menos) e decidi inscrevê-la no NaNo para finalmente colocar no papel (ou no Scrivener). No final de novembro, minha história resultava em três partes, 25 capítulos e 11941 palavras.


Essa semana decidi voltar a trabalhar nessa história, ela é um pouco complexa e precisa de muito estudo. Resolvi, então, criar um Diário de Escrita para me ajudar a pensar e liberar toda a minha criatividade (e ajudar a pensar um pouco). Já vi outros diários de outros escritores (aspirantes ou não) e vi que ajuda eles, vou ver se me ajuda também. O foco é desestressar e ver meu progresso nessa história. Vamos falar um pouco dessa história!
Eu tive que criar alguns dados para o NaNoWriMo, mas ainda não sei exatamente se ela vai ficar nesse foco (sou péssima para explicar o que é ou criar sinopses). O nome original é Querida Kat e vai contar um pouco da vida de duas irmãs. Acho que isso é o mais concreto e sem spoilers que posso dizer.
O mais complicado dessa história é que tenho que trabalhar, em uma história, dois lados e tem que ser sincronizado e com muitos detalhes. Eu tenho de pensar de duas formas, um para cada personagem, e descobrir o que realmente aconteceu naquele momento.
Uma coisa é a gente ler uma história e ficar imaginando o que aconteceu, criar fanfics sobre isso e imaginar vários finais diferentes; outro é você estar escrevendo a história e aí você é que tem que saber o que aconteceu. Isso não é obrigatório, mas no meu caso tenho que saber e não está sendo uma fácil.
Minha estratégia é escrever o original em um PDV e o segundo PDV é usado apenas para consulta, vai ser como um diário da personagem para me orientar.

Coisas que descobri nesse primeiro dia:
  • Bebo muita água enquanto escrevo;
  • Mexo muito no cabelo enquanto penso;
  • Preciso de música para escrever.

0 comentários

POSTAGENS POPULARES

SIGA NO TWITTER